Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Macaco Experimentar

Macaco Experimentar

KoboNotes.com, a minha primeira aplicação!

Tenho andado desaparecido d'O Macaco deImitação. Acontece que quando um desafio me bate forte, não consigo largá-lo nempor um momento. Além disso, estive de férias e, sinceramente, tive um bloqueio criativo que limitou (em 100%) a quantidade de posts escritos.

No último mês tenho andando a aprender a fazerwebsites usando várias linguagens de programação (HTML, JavaScript, CSS, PHP,MySQL...) e explorando ferramentas como Bootstrap e Wordpress. E enquanto faziaas aulas deste curso online fui apontando ideias depequenas aplicações que pudesse fazer. Daí nasceu um pequeno projeto chamadoKoboNotes.


Se és leitor d'O Macaco há uns tempos, oumesmo sem o ser, é fácil de perceber que adoro ler. No ano passado li mais de 40 livros, quase todos utilizando o meu eReader Kobo Aura. Éfácil de ler com o Kobo, porque posso transportar centenas de livros ao mesmotempo, é leve e cabe-me no bolso. Com o Kobo é mais fácil ler muito, e aprendercoisas novas (temas que irei explorar num próximo artigo).

Com o Kobo também posso sublinhar partes dos livros e mesmo tirar notas para ler mais tarde. Acontece que não existem (ou existiam!) boassoluções para retirar essas notas do Kobo, organizá-las, e lê-lasno computador, no telemóvel, ou em qualquer lado. E isso chateava-me. Se querialer todas as notas que tinha de um livro, e se queria guardá-las no PC,demorava quase uma hora a organizá-las. Decidi, por isso, com as minhas novasskills de programação web, desenvolver uma nova ferramenta para extrair eorganizar essas notas tiradas do Kobo.

O KoboNotes já está online! Se tens umeReader Kobo, se conheces alguém que o tenha, ou se estás curioso quanto àaplicação, convido-te a visitar o website (nele apresento uma conta de teste para testares o KoboNotes à vontade).

Notas de um dos últimos livros que li, "Why We Get Fat". Esse será o tema de um próximo artigo.
Com o KoboNotes, precisas apenas de fazerupload de um ficheiro que está nas pastas do teu Kobo, e todas as tuaspartes sublinhadas e notas nos livros que leste são transferidas para o site eorganizadas. Podes depois ler essas notas quando quiseres (podes fazer umaconta e os teus dados são guardados) e até usando qualquer dispositivo.

O KoboNotes, apesar da sua pequenacomplexidade, não se fez sem os seus desafios. Não em termos de programação eestética do website, que apesar de ter dado algum trabalho, é algo que se vai fazendo.O verdadeiro desafio foi, e irá continuar a ser por algum tempo, convencer os utilizadoresdo Kobo a usar o KoboNotes. Logo que apresentei a aplicação em vários fóruns,comunidades e páginas relacionadas com eReaders, fui inundando de questõessobre a segurança do site. Garanti que não guardava nenhuns dadossensíveis sobre o dispositivo Kobo das pessoas, mas mesmo assim, acredito havermuitos leitores desconfiados.

Parte do Q&A do KoboNotes. Aqui respondo a várias dúvidas sobre a utilização da aplicação.
Descobri que até uma pequeníssima aplicação podeter grandes desafios. Não faltaram pequenos artigos doutros blogs sobre o KoboNotes,mas todos eles colocavam algumas reservas quanto à aplicação. Logo lhesexpliquei e clarifiquei alguns pontos e até acrescentei uma secção de perguntase respostas no site, para tirar todas as dúvidas que pudessem surgir. 

Agora sóo tempo dirá se o KoboNotes será uma aplicação de valor para todos os que gostam de ler. Nestemomento sei que tenho alguns utilizadores, e isso já me deixa feliz.

E foi nisto que "gastei" parte do meu tempo noúltimo mês. Fiz outras coisas, tal como começar o 5º hábito da série "6 meses e 6 hábitos" e ler muitas coisas sobre corrida e alimentação. Mas isso éconversa para um próximo post. 


Este artigo foi diferente do habitual. Em parte umadesculpa de porque não publiquei nada no último mês, mas também uma apresentaçãoda minha primeira (e pequeníssima) aplicação. Espero que tenham gostado doKoboNotes!


Conhece a página do Facebook d'O Macaco de Imitação.

Artigos relacionados:

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.